Resultado de imagem para dez mil pedaços de você



Título Original: Ten Thousand  Skies Above You
Editora: Agir Now
Página: 336
Gênero: Ficção
Nota: 








Heeey 


Esse livro foi o responsável por me tirar do mar de leitura de romances, havia lido o primeiro ano passado e mal podia esperar a continuação. Conheci esse livro ainda na gringa e até então ninguém tinha notícias de quando ele seria publicado por aqui. Se procura uma leitura mega diferente e rápida, esse livro é para você:

MARGUERITE CAINE fez o impossível, viajando por dimensões alternativas com o Firebird — uma invenção brilhante criada por seus pais, seu namorado, Paul, e o amigo da família, Theo. Mas ela também chamou a atenção de inimigos poderosos, dispostos a seqüestrar, chantagear e até matar para usar os poderes do Firebird para propósitos escusos.
Quando a alma de Paul é dividida em quatro fragmentos — que se encontram presos dentro de Pauls em outras dimensões —, Marguerite fará qualquer coisa e irá a qualquer lugar para salvá-lo. Mas o preço de seu retorno em segurança é alto. Se ela não sabotar os próprios pais em múltiplos universos, Paul vai continuar perdido para sempre.
Mas Marguerite acredita que é possível salvar seu amor sem sacrificar a família, e para isso pede a ajuda do brilhante Theo. Os dois criam um plano para recuperar Paul e o Firebird, mas para que ele dê certo eles precisarão superar um concorrente genial e vão colocar em risco não só sua vida mas também a de todas as versões de si mesmos em várias dimensões
Desta vez a missão leva os dois aos universos mais perigosos até então: uma São Francisco dividida pela guerra, o submundo do crime de Nova York e uma Paris iluminada onde a outra Marguerite esconde um segredo chocante. Cada salto deixa Marguerite mais perto de salvar Paul — mas sua jornada revela verdades sombrias que fazem com que duvide da única constante que encontrou em todos os mundos: o amor que sentem um pelo outro.

Outras Capas: 

Resultado de imagem para Ten Thousand Skies Above you cover

Após os acontecimentos do último livro, Marguerite volta a viajar entre as dimensões, dessa vez seu propósito é resgatar os fragmentos da "alma" de Paul e a cura para o Theo depois que o mesmo usou do furtanoite uma droga que o "outro Theo" acabou usando. A situação chega a esse ponto porque a Tríade quer usar em todas as dimensões o firebird, eles querem monopolizar essa tecnologia e não permitir que ela seja disseminada por outra pessoa, exceto por eles mesmos. Como ela e a viajante perfeita a Tríade vê nela a oportunidade, mas Marguerite não aceita e por isso acabam fragmentando a alma do Paul.

Marguerite continua sendo a narradora principal do livro, narrado em primeira pessoa estamos na pele dela enquanto viaja pelos mundos tridimensionais. O que me irritou muito durante a leitura foram os flashbacks usado pela Claudia Grey, ficava sempre voltando ao que tinha acontecido no livro anterior e nunca pulava diretamente para a ação e isso foi um pouco irritante e ponto fraco de ler esse livro. Em contra ponto viajamos com a Marguerite para outras dimensões e vemos versões dela mesma.

"Aprendemos nesse meio-tempo que as pessoas cruzam nosso caminho em muitas dimensões, e que não importa o quão diferentes os mundos sejam, o destino sempre nos aproxima."

Nesse segundo livro Marguerite amadureceu muito, vem questionamentos sobre as escolhas que tomamos e porque elas tem consequências. O triângulo amoroso fica totalmente forçado em um momento do livro, embora eu prefira ela com o Theo acho que Marguerite não é necessariamente apaixonada pela versão "real" do Paul, mas é impossível não shippar eles. Não sei ao certo como isso vai se desenrolar já que a Marguerite está bem decidida de quem ama, porém sempre tem aquelas reviravoltas que fazem tudo ao contrário.

Todas as duvidas deixadas no primeiro livro são sanadas no segundo, mas novas dúvidas surgem. O livro tem revelações bombásticas, você mal acredita no que está lendo e implora para que seja mentira mas não. Vê-se que Marguerite não pode confiar em ninguém e que talvez viajar entre as dimensões seja algo que está muito além do seu entendimento. A revelação simplesmente me deixou de boca aberta e espero que no terceiro livro entenda melhor sobre isso.

"As pessoas falam sobre ter o coração despedaçado, mas sempre achei que fosse uma metáfora. Agora realmente parece que foi isso que aconteceu: como se algo precioso dentro do meu âmago estivesse sendo rasgado em pedaços, todos incompletos."

Gosto que é um livro curto, sem enrolações, não tem informações desnecessárias e que não se encaixam na história. O que mais gosto na autora é isso, ela conta tudo em 200 e poucas páginas e você se encanta com a história. É sem dúvida um dos pontos altos da leitura. Vale muito a pena ler e se apaixonar por mais esse volume.  Falar muito traria spoiler, mas a viagem da Marguerite atrás dos fragmentos do Paul foi incrível porque vemos as consequências das suas viagens anteriores.

Foi legal ver mais versões da personagem principal, as viagens são as partes mais legais do livro e eu ficava sempre ansiosa para conhecer outras versões dela. A autora realmente se superou nesse segundo livro, uma leitura divertida, rápida e cheia de aventuras e descobertas incríveis.

"É a habilidade de ver além do que todos ao seu redor. De juntar diferentes conceitos de uma forma que ninguém mais conseguiria. Ser um gênio implica ser original, independente. É o maior elogio que ela pode fazer a alguém."

Leiam e se apaixonem!

Próximo Livro:

Resultado de imagem para firebird 3 book

Deixe um comentário