Título Original:  Beautiful Bastard

Páginas: 252

Autor: Christina Lauren

Editora: Universo dos Livros 

Tempo de leitura:  Dois Dias

Nota:   







Heey !

Tentei reler 50 Tons, mas me lembrei pelo qual não era muito fã. Acabei buscando outros livros e além de querer muito ler outros do gênero New Adult recebi esse livro de recomendação de um amigo. E não me arrependi de lê-lo em ebook. É fantástico. Confiram:

Uma estagiária ambiciosa. Um executivo perfeccionista. E um relacionamento ardente e totalmente perigoso!Esperta, dedicada, prestes a cursar um MBA, Chloe Mills tem apenas um único problema: seu chefe, Bennet Ryan. Ele é exigente, insensível, sem consideração – e completamente irresistível. Um belo cretino. Bennet acaba de retornar da França para assumir um cargo importante na empresa de comunicações de sua família. Mas o que ele não poderia imaginar era que a pessoa que o ajudava enquanto ele estava no exterior era essa criatura linda, sensual e totalmente irritante que agora ele tem de ver todos os dias. Ele nunca foi do tipo que se envolve em relacionamentos no ambiente de trabalho, mas Chloe é tão tentadora que ele está disposto a flexibilizar essa regra – ou quebrá-la de uma vez – para tê-la. Por todo o escritório! Mas o desejo que um sente pelo outro cresce tanto que Bennet e Chloe terão de decidir o que estão dispostos a perder para ganhar um ao outro.

Outras capas:






Esse livro não é de agrado de muitos, mas eu poderia apontar vários fatores que me fizeram realmente gostar dele e continuar lendo a coleção. O primeiro ponto é que há duas narrativas a de  Chloe Mills e Bennet Ryan, vemos tanto o lado da controladora Srta. Millis como do Sr. Ryan. Segundo fato que me fez amá-lo foi a trama ser sem traumas ou dramas. E terceiro amei os personagens.

Chloe é a assistente do Bennet, ela conhece toda a família Ryan e para que conclua seu estágio de estagiária ela tem um último desafio. Bennet volta da França e ele será o chefe da sensual Sta. Mills. O único problema é que ele é autoritário, desrespeitoso, irônico e de longe um cretino, todavia porém, é mesmo um cretino irresistível. 

Bennet, que na minha cabeça é o Adam Levine, é incrivelmente sensual e insuportável. Mas, descobre-se por meio das narrativas do qual ele é responsável que há certa atração pela Chloe, afinal ela é muito bonita (Ashley Grenee ou a Emilia Clarke na minha cabeça) e ele gosta disso, mas ela não deixa de ser uma chata e cretina também.

"Meu estômago se embrulhava só de pensar nele: Alto, bonitão e completamente cruel. Ele era o babaca mais egocêntrico e convencido que eu já tinha conhecido".

A relação deles profissional já é desastrosa, quando eles decidem ter a famosa relação "apenas sexo",um tanto clichê no gênero New Adult, a coisa se torna ainda mais intragável. Em um dia péssimo para Chloe ela acaba tendo que fazer uma apresentação para o chefe e é aí que a relação gato e rato começa a todo vapor.

É engraçado ver como ambos agem um com outro, transam nos lugares mais inusitados e depois se olham como se nada tivesse acontecido. O que deixam ambos tão ansiosos um pelo outro parece ser desencadeado pelas brigas que ocorrem a todo instante. As cenas picantes são bem descritas, e acho fantástico como elas mudam de livro para livro, de autora para autora.

Sim, as cenas de sexo são totalmente e muito explícitas. O que mais me chamou atenção foi que na hora das senas existe sensualidade e vulgaridade, mas nas demais cenas isso tudo some, um dos motivos a favor do livro, há nitidamente uma divisão bem marcada entre narração pensamento e narração sexo.


"– Você é um filho da puta, sr. Ryan.
O sorriso dele mostrou que, seja lá o que ele queria de mim, conseguiu. Eu quis dar uma joelhada no meio das suas pernas, mas, se fizesse isso, não teria mais daquilo que eu realmente desejava.
– Peça por favor, srta. Mills.
– Por favor, vá se foder."

Eles quase precisam um do outro, e isso é o pontapé para o romance. Embora o romance seja nitidamente abordado não é o foco do livro, o amor que eles escondem em sentir só acontece no final do livro o restante dele é focado no sexo.

Ambas as personagens tem personalidades estereotipadas, ou seja, a secretária sexy e mandona cuja boca parece dura demais em qualquer circunstância mas que tem um coração propenso ao amor. O chefe incrível, bonito e irresistível que é super mandão mas a beleza compensa e que na verdade é só alguém mal amado.

Sim, é um livro clichê e de toda forma acho que todos adoram um bom clichê. Se esse não é seu gênero favorito não recomendo, mas se nunca se aventurou no New Adult sugiro que leia. Antes do final estará apaixonada por eles. 

Até mesmo os palavrões soltados por eles se tornam sexy na história. E tudo combina, tudo tem um porque.
Li muito rápido, e logo comecei Noiva Irresistível e em breve terá resenha. Enfim, eu amei o livro só não o favoritei porque não é tudo isso, e aparentemente estou apaixonada por clichês cujas histórias simples ganham meu coração.

Próximo Livro:







8 Comentários

  1. Oi, já ouvir fala muito bem nesse livro. adorei a resenha.

    Abraços
    http://litaralmentelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, é realmente muito bom *u*

      Bjoos Miih <3

      Excluir
  2. Cretino Irresistível <3 Eu adoro esse livro e os outros da série, e uma das melhores coisas é que você pode ler os livros fora de ordem e mesmo assim consegue entender tudo.
    Eu conheci as autoras na Bienal do Livro no ano passado, e foi um grande um grande sonho que eu acabei realizando.
    Bjs e sucesso com o blog!
    http://escritorawhovian.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou lendo Noiva Irresistível *u* , amei demais. Ah, eu queria ter conhecido elas, porque estou completamente apaixonada por elas ><

      Bjoos Miih <3

      Excluir
  3. Adorei ! E as capas? Parecem seriados!

    BLOG: https://vidagourmetblog.wordpress.com/
    CANAL: https://www.youtube.com/c/BárbaraAlencarGL

    FACE: https://www.facebook.com/glifestyle.blog
    INSTA: http://instagram.com/bbconcurseira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, não é mesmo? Lembram gibis também ><

      Bjoos Miih <3

      Excluir
  4. Miih, descobri seu blog agora! *-*
    Os livros do Christina Lauren são bem populares, mas nunca tive o interesse de ler, como você disse algumas partes são clichês e a sinopse não me prendeu, contudo, depois da descrição que você fez, surgiu uma curiosidade por minha parte, darei uma chance. Mesmo por que estou expandindo os gêneros literários na minha estante. :D x

    http://roteirodeumaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, seja bem vinda *U*

      Sim, são totalmente clichês mas vale dar uma chance. A escrita é ótima e a história também. As escritoras capricharam na hora de criar suas personagens. Mesmo quem não gosta do gênero, vale apena.

      Bjoos Miih <3

      Excluir