Heey !

Por meio das maravilhosas redes sociais conhecemos a Cyntia Bandeira Lino, ela é escritora algum tempo. Ela nos cedeu uma entrevista maravilhosa contando um pouco sobre seus livros, sua vida e com algumas dicas para escritores que iniciaram sua vida agora na escrita.

Muito carinhosa e atenciosa ela respondeu algumas das nossas perguntas. Continuem lendo:
1 – Primeiramente obrigado por nos encontrar, vamos começar com uma pergunta clichê. Quando você começou a escrever? CBL: Eu que agradeço a oportunidade de poder falar de meu trabalho literário. Iniciei a escrita ainda na infância. Comecei a escrever aos 8 anos de idade. Na adolescência uma colega de escola, quando leu frases que eu escrevia na lousa durante o recreio e minhas redações que a professora mandava fazer, ficou tão encantada e me sugeriu que eu escrevesse um livro. Mas só fiz isso aos 22 anos. Levei 10 anos para conseguir publicá-lo, pois todas as editoras que procurei negaram-se a acreditar no meu trabalho. Quem me ajudou a achar editora após todos esses anos foi um amigo, que também é escritor e ator de teatro.

2 – Todos têm inspirações das mais diversas dimensões, quais são as suas? Autores? Obras? Lugares? CBL: Sem dúvida, as inspirações vêm de muitos lugares e pessoas. No meu caso, eu me inspiro na sociedade ao meu redor, na natureza, nos objetos que toco, nos olhos das pessoas. Até fios de cabelo de alguém que cruza comigo na rua me inspiram bastante.  Praticamente tudo me inspira. Mas não é nada fácil definir os enredos de meus livros, principalmente na hora de dar um desfecho para as histórias. Nossa mãe! Eu amo tanto a escrita, que se deixar, escrevo 24 horas por dia! (risos).

3 – Não tivemos a oportunidade de ler nenhuma das suas obras, conte um pouco aos nossos leitores sobre elas. CBL: Mas com todo o prazer! Desabafos de Mulher, meu primeiro livro, fala de uma mulher sofredora, com passado marcante, que ela relata de maneira simples e verdadeira. A Luta Pela Libertação conta a história de uma jovem de 15 anos, que vive na periferia, não aceita sua condição social e se refugia dos problemas num vício. Contos Inocentes Para Meditar, meu mais novo lançamento, contém contos onde as crianças têm algo a passar para todos, de maneira comovente e ao mesmo tempo divertida e suave.


4 – O que faz parte do seu processo criativo? Como você escreve? CBL: Muitas coisas fazem parte do processo. Quando eu faço algum passeio, seja qual tipo for (teatro, caminhada pela praça, ir num sítio, tomar banho de piscina, etc.), eu começo a pensar e ter ideias. Aí, eu pergunto sempre para mim mesma: “O quê eu tenho a dizer ao mundo que acredito que ele precise ouvir de forma simplista?” Penso numa história, imagino como cada personagem agiria em tais situações, quais são seus traços físicos e suas personalidades, monto o enredo e começo a escrever. Na hora de criar o final me dá muito mais trabalho do que escrever o começo da obra.

5 – O que foi o “pontapé” inicial para começar seu primeiro livro? CBL: Um dia, eu estava em meu quarto e pensei em uma história que pudesse contribuir com a vida da sociedade. Fiquei refletindo por algumas horas, quando me lembrei de histórias que meus pais e minha avó contavam de mulheres que eles conheceram na juventude. Algumas delas eu conheci também e acompanhei suas trajetórias. Juntei tudo o que ouvi para criar a personagem principal do enredo.

6 – Tem alguma dica para escritores amadores? Qual é o melhor sentimento de ser escritor? Claro, exceto o reconhecimento. CBL: Com todo o respeito, mas em minha humilde opinião, não existem escritores amadores. O escritor que ainda não publicou seu livro é iniciante e inédito. Bem, aqui vão algumas orientações para os novos autores. Elas me ajudam até hoje nas minhas criações:
         *Sejam leitores constantes, sempre! Frequentem locais de leitura como bibliotecas, bancas de jornal, sebos, feiras de livros, livrarias, e centros culturais! Ler é sem a menor sombra de dúvida a ferramenta para começar a produção textual.
         *Procurem ampliar e variar sempre seus gostos pela literatura. Desde os clássicos, autores novos até HQ e livros infantis. Leiam de tudo! Enciclopédias e dicionários também são ótimas leituras, em minha opinião.
        *Não tenham medo de ler livros de escritores que ainda não são famosos. Arrisquem mesmo nos iniciantes, sem reservas. Prestigiem esses intrépidos da arte escrita. Eles têm muito a ensinar pro mundo, podem crer!
        *Comecem a ir ao teatro! Lá é uma riquíssima fonte de inspiração! Além disso, o teatro brasileiro merece que o povo dê o devido valor, pois os atores são profissionais corajosos e doadores de si mesmos para que a dramaturgia prevaleça em nossa nação. São verdadeiros educadores lúdicos.
         *Escrevam sempre sobre assuntos que vocês amem que vocês conhecem muito bem e que vocês dão bastante importância. Nada de escrever sobre o que não gostam, porque certamente sairão textos muito negativos, de baixa qualidade e sem nenhuma credibilidade. Leitor percebe de longe quando o texto foi feito de coração e quando foi feito de maneira superficial sem carinho nenhum.
         *Não escrevam textos artificiais, sem vida, apenas com intenção de agradar. Mas, sim, escrevam com o coração, textos profundos, verdadeiros, que saiam da sua alma de maneira bem espontânea. Podem ter certeza que o leitor irá amar.
         *Nunca se deixem abater pelas críticas negativas que venham a receber. Os despeitados sempre aparecem. Esse tipo de crítica é triste, mas deve ser usada como fortalecimento para seus trabalhos literários. Se alguém falar mal de seu trabalho, não fique chateado e nem discuta com a pessoa, principalmente em Facebook, Blogs, Twitter, etc. Isso é um ato muito feio, cai na baixaria, cria polêmica e ainda pode manchar a reputação de vocês. A melhor resposta para uma ofensa é o silêncio. Acreditem, ignorar quem atrapalha e quem ofende dá super certo. E valorizem pra valer quem admira seus trabalhos! Leitor fiel merece todo o apreço, carinho, atenção, esmero e respeito do escritor. Ele é o seu guia no trabalho.
        *Procure participar de comunidades de escritores nas redes sociais. Não se isole nunca. Outros autores podem dar dicas preciosas, que vão sempre agregar na sua carreira.
        *Assistam vídeos no Youtube, que dão dicas para novos autores. Recomendo principalmente os das escritoras Lycia Barros e Larissa Siriani. Eles me ajudam bastante e acredito que possam ajudar outros escritores também.
        *E um último toque: NUNCA, JAMAIS DESISTAM! VÃO EM FRENTE! TENHAM CORAGEM E MUITO, MAS MUITO PENSAMENTO POSITIVO! CONFIEM EM DEUS E NO TALENTO QUE ELE DEU A VOCÊS! NEM QUE DEMORE ALGUM TEMPO, MAS VOCÊS CONSEGUIRAM REALIZAR SEUS SONHOS!

7 – Obrigado por nos ceder à entrevista, gostamos muito. Uma última pergunta. Quais são os seus projetos para o futuro? CBL: Eu que agradeço muito essa oportunidade, que espero que volte a acontecer em futuros trabalhos. Bem, quanto a projetos para o futuro, ainda é um segredo (risos). O quarto livro ainda não tem previsão para sair, as ideias já estão no casulo. Meus livros são vendidos apenas no site da editora, que é este aqui: http://www.clubedeautores.com.br/authors/60632. Também quero convidá-los a curtirem e participarem da minha Fan Page no Facebook, que é esta: https://www.facebook.com/ObrasDeCyntiaBandeiraLino. Muito obrigado a toda a equipe do blog “Books, Coffee and Cupcakes”, a todos que leram esta entrevista e desejo a todo mundo que seus sonhos se realizem e que a felicidade esta sempre em seus caminhos! Beijos!






6 Comentários

  1. Cyntia Bandeira Lino é uma ótima escritora, recomendo a todos os leitores. Já li duas de suas obras, "A luta pela libertação" e "Contos inocentes para meditar". Ambas as obras me prenderam a leitura do início ao fim. Seus livros são interessantes e deliciosos de ler, além de nos ensinarem bastante e nos fazerem refletir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não lemos nada dela, mas temos a certeza de que ela é realmente uma ótima escritora. Obrigado pelo comentário

      Kiss Miih

      Excluir
  2. É muito bom ver esse tipo de entrevista, ela nos dá muita motivação em um mundo tão desmotivador. Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, realmente ela é uma ótima motivação !

      Obg <3

      Excluir
  3. A honra foi minha de ter dado esta entrevista! Muito obrigado a Miih e a toda a equipe! parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir