Título Original: Assassin's Apprentice 



Páginas: 417


Autor: Robin Hobb


Editora: Leya


Tempo de leitura: Três Dias


Nota:  4/5





Esse e-book foi cedido para Leya editora, eu fiquei muito feliz ao saber que ele estava na lista de escolhas daquele mês, estou louca para ler qualquer coisa estilo Guerra dos Tronos e pelo que andei pesquisando esse livro chega perto.

O jovem Fitz é o filho bastardo do nobre Príncipe Cavalaria e foi criado pelo cocheiro de seu pai, à sombra da corte real. Ele é tratado como um penetra por todos na realeza, com exceção do Rei Sagaz, que faz com que ele seja secretamente treinado na arte do assassinato. Porque nas veias de Fitz corre a mágica do Talento – e o conhecimento obscuro de um garoto criado em um estábulo, entre cães, e rejeitado por sua família. Quando assaltantes bárbaros invadem a costa, Fitz está se tornando um homem. Logo ele enfrentará sua primeira missão, perigosa e que despedaçará sua alma. E embora alguns o vejam como uma ameaça ao trono, ele pode ser a chave para a sobrevivência do reino.


Há outra capa brasileira lançada pela Leya



Como nunca tinha lido nenhum livro desse gênero demorei a me acostumar com esse tipo de narrativa.  No começo fiquei meio perdida durante a narração e prontamente pensei que iria odiar a história e tudo mais. Felizmente eu logo tirei esse pensamento da cabeça. O livro é narrado na primeira pessoa, o que logo me fez amar a história, ela é surpreendente e cheia de aventuras mais do que eu esperava.

As descrições são incríveis, tudo é narrado nos mínimos detalhes se fosse um audiobook certamente se fechar os olhos eu sentiria que estava naquele lugar, sinto a o cenário do livro invadindo minha realidade e me sugando para dentro do livro.

É um livro que para se entender é preciso voltar ao inicio e conhecer tudo nos mínimos detalhes. Isso torna o livro no começo um pouco depois da página 25 um tanto maçante é muita discrição de coisas que não fazem diferença.

Embora cumpra a sua meta de fantasia é um livro sem surpresas e sem grandes coisas. Mesmo não sendo minha primeira leitura do gênero não foi algo como uma grande surpresa, tinha expectativas mais altas, talvez por eu querer ler tanto "Guerra dos Tronos".

Fitz é o bastardo do Príncipe Cavalaria, logo você pode imaginar que como em todas essas histórias o reino é o principal atingido. Isso prontamente me lembrou as aulas de literatura e a leitura que fiz de "Assassin's Creed" livro do qual não gostei na verdade.

Fitz é o grande "divisor de águas" do livro, imerso sempre na falta de sorte de ter sido renegado pelos pais e pela vida por assim dizer, ele pode - sendo o bastardo - o responsável por dividir o reino. Já que ele é o único descendente mesmo que bastardo. 

O irônico é que mesmo com todos os problemas entrelaçando Fitz ele pode ser a salvação do reino já que o Príncipe Cavalaria é conhecido, entendo eu com minha mente poluída, conhecido como impotente, acho que ele no século XXI seria conhecido como gay. Eu quem estou dizendo isso, o livro não diz isso.

Alguns momentos o livro me deixou cansada com tantas informações, talvez esse gênero não se torne um dos meus favoritos, mas lerei outros livros.

Então você se pergunta, mas se ele é o bastardo do trono então porque se chama "Aprendiz de Assassino"? Sem que ele esteja esperando é escolhido para ser o aprendiz do antigo assassino do rei,  e deve aprender a arte de ficar nas sombras, ouvir  e obviamente matar. Fitz deve se especializar em Talento que parece ser ainda mais dificil que assassinar. O livro vai passando e as missões parece moldá-lo de fora para dentro.

Fitz é o que posso chamar de herói nato. Corajoso e tudo que um herói tem que ser. Definitivamente preciso ler mais livros desse gênero e entender que ele funciona como uma engrenagem. Se um gira atinge de modo ou de outro a qualquer outra pessoa.

Como já havia dito é narrado em primeira pessoa o que faz Fitz se tornar quase um amigo, uma pessoa cujo nascimento foi um abalo para todos, foi impossível escondê-lo de tudo. Ele simplesmente veio a tona e transformou-se em um herói que tinha tudo para dar errado.

Robin Hobb ( é uma mulher vocês acreditam? Usando um pseudônimo) cria um universo fantástico sem seres sobrenaturais, ao contrário do que muitos pensam o universo que eu classifico como medieval pode ser tão empolgante quanto o sobrenatural. As descrições são controversas como já disse, há horas em que elas incomodam. 

Li 417 páginas muito rápido quando o peguei para finalmente ler, passou até na frente da leitura de "Um Dia", um livro que logo receberá resenha. Provavelmente voltarei a ler mais livros desse gênero, aos poucos vou me apaixonando.

Nessa resenha especificamente não estou julgando a história e sim o conteúdo do livro, não sou especialista para julgar o gênero. Então gostei  do livro e a escritora está de parabéns, mas sendo sincera talvez não seja um livro que eu compre por puro prazer e passe na frente dos que gosto.

Não dá para dizer muito da diagramação já que li em e-book mas, foi uma leitura tranquila. Há momentos de tirar o ar. Para os fãs de "Guerra dos Tronos" eu super recomendo.

Espero que tenham gostado até a próxima!



18 Comentários

  1. já ouvi falar muito bem desse livro estou curiosa para lê-lo.

    ResponderExcluir
  2. Parece ser bem legal, quero muito lê-lo!

    ResponderExcluir
  3. Parece ser muito legal, quero muito lê-lo!

    ResponderExcluir
  4. Parar no começo do livro já aconteceu comigo.adoraria ler esse livro

    ResponderExcluir
  5. Oh my God, é o livro do Game of Thrones? Eu amo a série! :3

    ResponderExcluir
  6. parece ser uma história interessante,só lendo mesmo pra saber !!

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros com esse tipo de história, cheia de ação e emoção e estou louca para ler!

    ResponderExcluir
  8. amo livros desse gênero e tenho certeza que vou amar esse <3

    ResponderExcluir
  9. eu quero muito ler,Participando vem sorte

    ResponderExcluir
  10. Me parece muito interessante, vou ler com certeza.

    ResponderExcluir
  11. Estava curiosa a respeito deste livro e gostei muito do que li na resenha. A estória é do jeito que estava imaginando: aventuras e ação. Espero conseguir este livro logo. Assim vou poder me interar mais sobre a estória e os personagens. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Apesar de todos os defeitos apresentados na resenha, parece ser um livro interessante. Gosto de livros de fantasia e pretendo dar uma chance a esse, apesar da capa feinha de dar dó!!

    Abraços!!

    ResponderExcluir